• António Dacosta, Galeria Buchholz, 1969
  • António Dacosta, CAM, 1988
  • António Dacosta 1914 | 2014, CAM-FCG, 2014
  • António Dacosta, Galeria Buchholz, 1969
  • António Dacosta, CAM, 1988
  • António Dacosta 1914 | 2014, CAM-FCG, 2014

Exposições

As exposições, sobretudo as de caráter individual, acompanham e definem os grandes ciclos de produção e aparição artística de António Dacosta, mas há outros momentos decisivos que organizam e definem a sua obra, como é o caso da exposição de 1940 na Casa Repe com António Pedro e Pamela Boden, determinando um momento histórico do surrealismo do pintor e nacional, e as exposições individuais de 1983 e 1984, que sinalizavam um retorno à pintura, com sentido tanto pessoal como da arte internacional ocidental.